Saúde Integral e as terapias naturais
6 de junho de 2016
Relato de parto: domiciliar planejado com transferência
10 de junho de 2016

Durante a minha formação em Naturologia (graduação da área da saúde que estuda a utilização das terapias naturais complementares), tornei-me consciente sobre a importância da promoção de saúde e da prevenção de doenças. Naquela época, passei a me questionar sobre desde que momento seria possível promover saúde na vida de uma pessoa e, sob esta perspectiva, cheguei à conclusão de que isso deveria acontecer ainda no ventre materno, durante a gestação. Dediquei, então, a maioria dos meus estudos à este período da vida e, sempre que tive a oportunidade, realizei trabalhos sobre a vida pre-natal e os desdobramentos das relações e interações entre mãe e bebê.

Ainda na faculdade, durante o estágio clínico, tive os meus primeiros contatos com as gestantes e, com a utilização das técnicas e terapias compreendidas pela Naturologia (veja mais aqui) pude notar que a qualidade de vida e a saúde da gestante podia ser ampliada e que isso implicaria em benefícios para o bebê também.

Assim que concluí o bacharelado em Naturologia, busquei aprofundar-me neste universo e formei-me Doula e Educadora Perinatal. Passei a acompanhar casais na jornada de preparação para o nascimento de seus filhos e, durante os últimos 6 anos tive a oportunidade de acompanhar mais de 200 nascimentos, dos quais, a grande maioria através de partos normais/naturais (aproximadamente 85%).

Hoje, mais do que nunca, tenho certeza de que podemos contribuir para uma comunidade mais saudável e consciente, mas que este caminho passa, necessariamente, pelo nascimento. Além das terapêuticas que podem ser empregadas ainda na gestação, a forma como os bebês nascem é determinante para sua saúde futura. Há evidências científicas suficientes que apontam para os malefícios das cesarianas eletivas, ou seja, aquelas que não tem indicação clínica real.

Precisamos concentrar nossos esforços em oferecer à gestantes, parturientes e puérperas, condições de uma gestação saudável e um parto amoroso e, para isso, é preciso que nos eduquemos e nos responsabilizamos por nossa própria saúde e, sobretudo, daqueles que de nós depende para isso, os bebês.

 

Deixe uma resposta

https://www.netkart.org Στοίχημα paykasa