4o Módulo – Marketing e Redes (Setembro, 2017)

Home office
18 de agosto de 2017
5o Módulo – Fluxo de trabalho (Outubro, 2017)
4 de outubro de 2017

11.09 – Nos dias de hoje é inevitável pensar continuamente em formas de melhora nosso negócio e aumentar o fluxo de clientes e de vendas já que as relações comerciais mudaram muitos nas últimas décadas.

Pode parecer difícil atingir determinadas metas, mas é muito importante saber que contamos com cada vez mais recursos e ferramentas para consegui-las, basta dominar algumas estratégias de marketing e saber como e quando aplicá-las.

Neste módulo abordaremos alguns conceitos importantes, mas antes preciso lembra-las: esta mentoria se baseia em minhas experiências pessoais e não sou nenhuma super expert em marketing, a ideia é compartilhar alguns conceitos que aprendi e apliquei nos últimos anos.

Conhecer o segmento

O segmento de maternidade cresce a cada ano no Brasil. Os hábitos de consumo de mulheres grávidas são espantosos – vocês já devem ter percebido que quando se trata de qualquer coisa relacionada ao bebê que está por vir o consumo é quase que desenfreado (foto gestante, chá de bebê, enxoval, etc.).

As estatísticas indicam que o mercado brasileiro experimenta um aumento considerável na demanda de produtos e serviços voltados a este público e as causas desta expansão são bem variadas. Se mulheres estão dispostas a gastar horrores com ensaio de gestante, por exemplo, por que não investirem em algo que realmente pode fazer diferença em sua experiência de parto e na saúde de seus bebês?

Neste sentido as novas tecnologias podem ser decisivas na mudança de mentalidade e na ampliação da consciência coletiva sobre o nascimento e podemos usar a Internet como base do processo de comunicação entre nosso serviço e nossas clientes.

A transformação com base no mundo online trata-se de saber explorar bem esses recursos, assim como dar uma maior visibilidade à sua marca através
das redes sociais, interagindo mais com suas clientes potenciais.

Plano de Marketing

Você já pensou em criar uma “marca” ou uma identidade própria para os seus serviços? Quando se trata de doulagem eu acredito que funciona bem tanto criar uma marca, com nome fantasia, logo e identidade visual próprias, quanto explorar o seu nome profissional.

Eu optei inicialmente por criar a Comparto, que seria a base para oferecer diversos serviços e produtos relacionados a gestação, parto e maternidade e sinto que foi uma boa estratégia de lançamento. Com o tempo o meu nome também foi se tornando mais conhecido, especialmente por conta do boca a boca – que é sempre nossa maior e melhor fonte de publicidade.

Para que seu negócio se diferencie da concorrência – fazendo com que seu público alvo aposte pelos seus serviços e produtos – será necessário “criar um plano de ação em marketing”. Vamos lá?

  1. Você pretende usar o seu nome ou criar um nome fantasia?
  2. Qual o significado do nome?
  3. Você já possui uma identidade visual própria?
  4. Tem / terá o nome mostrado no logo?
  5. O logotipo será acompanhado de algum slogan ou motto (frase de efeito, palavra de ordem), ou de que forma a empresa/produto/projeto quer ser percebido pelo mercado?
  6. Descreva a empresa, área de atuação, produtos e serviços que oferece.
  7. Qual o público alvo? (descreva nível sócio-cultural, faixa etária, sexo, etc.)
  8. Quais são os principais concorrentes?
  9. Diferenciais frente aos concorrentes que precisam ser explorados com mais intensidade?
  10. Identificação dos pontos fortes e fracos da empresa/produto/projeto em relação à concorrência.
  11. Quais as cores e estilos que representam melhor o seu negócio? (Detalhe se trata-se de preferência pessoal ou se existe algum motivo técnico, cultural ou está vinculado a algum tipo de valor).
  12. Pesquise logotipos que podem ser considerados como referência de estilo/linguagem para o trabalho, explicando as razões da escolha.
  13. Liste sites considerados como referência de estilo/linguagem para o trabalho, elaborando sobre as razões da escolha.
  14. Você já possui um site?
  15. Qual é o principal objetivo do site? Se forem mais do que um, enumere por ordem de importância.
  16. Mantém um blog com textos de sua autoria?
  17. Tem fanpage no facebook?
  18. Possui uma conta profissional de Instagram?

18.09 – 

Até poucos anos atrás quando pensávamos em formas de anunciar serviços pensávamos somente em mídias impressas (jornais e revistas) ou em panfletos, folders, cartazes, etc.

Eu, particularmente, continuo achando que vale a pena investir neste tipo de material, especialmente se você tiver a possibilidade de deixá-los nos locais onde concentra-se seu público, como nos consultórios de obstetras e parteiras parceiros. Se o seu bairro tem um jornal ou uma revista de boa veiculação também pode ser interessante verificar qual a proposta e, se acessível ($) investir alguns meses de propaganda.

Este tipo de ação, mais do que atrair novas clientes (na minha experiência as contratações que aconteceram por essa via foram pouquíssimas), pode fazer com que as pessoas comecem a saber sobre você e seu serviço e isso com certeza vai fortalecer a sua imagem no mercado! Afinal, quem não é visto não é lembrado.

De qualquer maneira, atualmente, a tecnologia nos brinda com uma série de novas ferramentas para oferecer, vender e compartilhar valor. As redes sociais poder ser determinantes neste sentido!

Se você ainda não possui um site, blog ou perfil profissional nas redes sociais não espere mais.

Nunca foi tão fácil criar um site, então aproveite esta facilidade e se você ainda não possui um faça-o nem que seja para disponibilizar os seus contatos, compartilhar sua história e trajetória (as pessoas adoram saber sobre pessoas REAIS), além de listar os serviços oferecidos. Boas plataformas “semi-prontas “ e de fácil uso são o WIX ou Word Press.

Através de um Blog (que pode estar vinculado ao seu site ou não) você pode exercitar o que é chamado de marketing de conteúdo, uma maneira focada em criar, publicar e disponibilizar conteúdo para uma audiência específica. Esta estratégia é utilizada para atrair a atenção e gerar leads (seguidores), expandindo sua base de clientes, gerar ou aumentar as vendas online, ampliar o conhecimento da marca e dar maior credibilidade ao negócio ou profissional. Emplacar um texto bem escrito que mostre que você domina o assunto pode contribuir muito para que as pessoas conheçam melhor sobre você e a qualidade do trabalho que desenvolve e passem a vê-la como uma referência em determinado assunto.

Com o Facebook você poderá compartilhar conteúdo relevante para gestantes e mães, atraindo cada vez mais pessoas para sua página. Você também pode realizar pesquisas para investigar os hábitos e interesses de suas clientes potenciais. Já é possível também através dessas plataformas segmentar o público e lançar campanhas de marketing direcionadas à ele. Se você fizer um post para impulsionar sobre sua doulagem, por exemplo, não vale a pena investir para divulgar para quem mora em outro estado.

No Instagram você pode compartilhar um pouco da sua rotina (ou melhor não-rotina, rs) de doula e apresentar sobre esta incrível ocupação para cada vez mais pessoas e assim também contribui com o fortalecimento da nossa profissão. Muitas vezes as imagens conseguem ter um alcance ainda maior do que os textos!

Nesse sentido uma dica preciosa que eu posso dar é: indique boas fotógrafas de parto para as suas douladas. É um total ganha-ganha: para a mulher que terá registros incríveis de seu parto, para a fotógrafa que fechará um job e para você que terá algumas fotos profissionais para divulgar o seu trabalho! * Não se esqueça nunca de pedir autorização do uso da imagem.

E aí, prontas para colocarem em prática suas estratégias de marketing? Mãos à obra e nos vemos na próxima Segunda, quando temos nosso Hangout de fechamento 🙂

 

Deixe uma resposta