Relato de parto: impactos da separação da mãe e bebê
6 de março de 2016
Sagrado feminino – o resgate à essência da mulher
8 de março de 2016

Nada nos conecta mais à natureza do que nossa característica cíclica. Se observamos a natureza de perto poderemos perceber que os ciclos estão presentes em toda vida.

A Lua exerce grande influência sobre os ciclos na Terra: das águas dos rios e oceanos (a maré), das plantações (princípio da capilaridade e fluxo da seiva), e também em nosso organismo, que é composto por mais de 70% de água.

A volta da Lua em torno da Terra acontece em 28 dias, assim como o nosso ciclo reprodutivo. A mulher é regida por um micro ciclo lunar pessoal. As mulheres ancestrais da Terra, de diversas culturas e continentes tinham este conhecimento presente e chamavam o próprio ciclo menstrual de “Lua” devido a relação cósmica direta com astro, que rege o fluxo natural da vida em nosso planeta.

O ciclo lunar é composto por 4 fases: Lua Nova, Crescente, Cheia e Minguante. Na menstruação estas fases são conduzidas pela ação hormonal sobre nossos órgãos reprodutores e na maturação do óvulo.

Cada fase deste ciclo dura 7 dias:

Lua Nova: correspondem ao sangramento menstrual, quando o endométrio, que não recebeu um embrião, se desprende. Uma fase de renovação do ciclo, hormônios estão em menor concentração em nosso organismo. Momento de limpeza, onde o velho deve dar espaço ao novo. Momento de abertura para um novo Ciclo.

Lua Crescente: Nos 7 dias seguintes as concentrações de estrógeno aumentam e o óvulo cresce. Esta é uma fase de intenso cuidado, de foco em projetos e metas, desenvolvimento máximo do potencial.

Lua Cheia: quando acontece a maturação do óvulo segue-se a ovulação, quando o mesmo é liberado de um dos ovários e segue pelas trompas de falópio até chegar ao útero. Este momento é considerado o período fértil, quando pode ocorrer a fertilização do óvulo. Os hormônios estão em seu pico máximo e afetam nossa temperatura corporal, nosso ânimo, humor e libido. Momento de celebração, criatividade e beleza se manifestam.

Lua Minguante: Caem as taxas hormonais de estrógeno e aumentam as taxas de progesterona, ocasionando transformação brusca do padrão hormonal que pode afetar vários aspectos orgânicos e emocionais (TPM) e o endométrio volta a encher-se de sangue. Período delicado, de morte e renascimento, extrema sensibilidade.

Ciclo

Vivemos um tempo em que as mulheres foram desconectando-se destes ciclos e nosso ritmo de vida ficando cada vez mais descompassado com a natureza. Segundo a terapeuta britânica Miranda Gray (pesquise mais sobre a “Tenda da Lua Vermelha” e a “Benção do Útero”), é muito importante que toda mulher saiba a fase que se encontra no momento, pois ficará mais fácil tomar consciência das mudanças de humor que ocorrem ao longo do mês, além de compreender melhor suas atitudes e atender as necessidades de cada momento.

Para isso é importante que voltemos a sincronizar nosso organismo com as fases da Lua. Contemplar a Lua, observá-la e admirá-la, fazer anotações sobre o ciclo menstrual e as reações emocionais de cada fase, participar de círculos de mulheres, ritualizar e celebrar nossa natureza feminina são exercícios simples que podem contribuir.

Como é a sua relação com os seus ciclos, com o seu sangue e o seu corpo? Já notou alguma similaridade com as fases lunares?

Deixe uma resposta

https://www.netkart.org Στοίχημα paykasa