Dores nas costas durante a gestação

Reflexologia e Cólica Infantil
22 de junho de 2016
Os filhos dos outros, espelho de nós mesmos
13 de julho de 2016

Muitas mulheres referem sentir dores nas costas durante algum momento da gestação. Mas, cada corpo é único e  por isso, enquanto algumas gestantes sentem dores intensas, outras podem sentir apenas leve desconforto. Seja qual for o caso, existem medidas simples que podem tratar ou aliviar estes sintomas.

As dores logo no início da gestação podem estar relacionadas ao deslocamento do centro de gravidade do corpo da mulher e às transformações hormonais que acontecem neste período. Durante a gravidez, os hormônios prepararam o corpo para o parto através do afroxamento dos ligamentos que unem os ossos da pélvis e da coluna. Muitas mulheres sentem dores nas costas quando estão em pé, em flexão ou até mesmo deitadas.

Outro fator que pode contribuir para esta sensação é o aumento do útero, que também enfraquece os músculos abdominais, alterando a postura e exercendo pressão sobre as costas.

Algumas mulheres sentem dores agudas em toda a extensão da coluna, na região lombar, além de sua irradiação para pernas e nádegas. Esta dor intensa freqüentemente é resultado da pressão da cabeça do bebê sobre os ossos pélvicos e nervos, o que pode causar sensação de pernas fracas ou adormecidas.

Prevenção


Naturalmente, o ideal seria evitar que as dores nas costas aconteçam. Embora não haja garantia, algumas medidas simples podem evitar o agravamento deste desconforto tão comum durante a gravidez:

• Exercícios: Começar um programa de exercícios personalizado no início da gravidez ajuda a fortalecer e alongar os músculos das costas e pernas. Confira os exercíos mais adequados no post sobre Atividade Física durante a gestação.
• Postura: Manter a coluna ereta. Quando sentada por longos períodos, a mulher pode fazer o exercício de esforçar-se para manter os pés ligeiramente levantados do chão, além de realizar pausas freqüentes para levantar-se e caminhar, alongando os músculos e ligamentos.
• Calçados adequados: Sapatos baixos, sapatilhas e sandálias são normalmente mais confortáveis. O salto alto não é recomendado quando se pretende evitar dores nas costas desnecessárias, além de aumentarem o risco de queda.
• Flexão dos joelhos: Ao levantar e ao carregar objetos os joelhos devem ser flexionados e não a cintura. Isso ajudará a prevenir lesões.

Tratamento

Existem várias maneiras de aliviar algumas das dores nas costas durante a gravidez. Descansar em um banho de imersão morno ajuda a relaxar a musculatura dolorida. É importante ressaltar que a temperatura da água não deve ultrapassar 38°C, podendo inclusive ser perigoso quando em temperaturas elevadas. Aplicar compressas frias diretamente nas áreas afetadas é uma pratica segura e também pode ajudar a diminuir as dores.
As massagens específicas para gestantes, assim como a acupuntura, são excelentes opções de tratamento para quem tem dores frequentemente. Os benefícios destas terapias naturais são evidentes e a pratica semanal apresentará melhores resultados.

Medidas de conforto

Entre outras alternativas que se pode usar para aliviar dor nas costas durante a gravidez, destacam-se as  cintas e almofadas anatômicas, desenvolvidas especialmente para gestantes.

Durante o dia, as cintas oferecem apoio para a marcha, acrescentando o apoio adicional necessário para o conforto da coluna e, à noite, uma almofada anatômica fornece suporte para todo o corpo.

Uma boa almofada para a gravidez deve apoiar a cabeça, pescoço, ombros, abdômen e pernas. A posição de lado é mais indicada e pode ser mais confortável e adaptada colocando-se o travesseiro entre as pernas. Estes incríveis travesseirões também ajudam a acomodar a barriga crescente e revelam-se úteis também para o pós-parto, portanto, valem o investimento!

Quanto às cintas de sustentação, deve escolher um modelo específico para gestantes, sempre de acordo com as recomendações do médico. Ela manterá o suporte do abdômen na postura, evitando assim dores nas costas durante a gravidez. As cintas também podem abrandar desconfortos associados com varizes, já que ao manter abdômen e útero melhor posicionados, diminui a pressão em algumas veias abdominais, mas não devem ser utilizadas rotineiramente, nem por muitas horas, já que neste caso não permitiria ao organismo sua reorganização estrutural,  facilitando para os músculos abdominais e por isso, tornando-os mais flácidos.

Muito provavelmente estas dores desaparecerão após o nascimento do bebê, mas até lá há muito a ser feito para que a gestante tenha mais qualidade de vida e possa aproveitar sua gestação com o mínimo de desconforto!

Deixe uma resposta

https://www.netkart.org Στοίχημα paykasa